domingo, 29 de maio de 2011

O choro dos povos da floresta, a luta continua...

Raoni chora ao saber que a presidenta Dilma liberou a construção da Hidrelétrica de Belo Monte

Não devemos abaixar a cabeça, mas de fato esta semana já entra para história como uma das mais pesadas e duras para os lutadores, ambientalistas, humanistas...

O cacique Raoni chora ao saber que Dilma liberou o início das construções de Belo Monte, mesmo após cartas dirigidas a ela que foram ignoradas, e ainda mais de 600 mil assinaturas que foram igualmente ignoradas.

Foi decretada a sentença de Morte dos povos de Xingu.

Belo Monte seria maior que o Canal do Panamá, inundando pelo menos 400.000 indígenas e populações locais e destruindo o habitat precioso de inúmeras espécies - tudo isto para criar energia que poderia ser facilmente gerada com maiores investimentos em eficiência.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

racismo no transporte aéreo...

Dizem que aconteceu numa empresa aérea brasileira e que é verídico !!!

Uma mulher branca, de aproximadamente 50 anos, chegou ao seu lugar na classe econômica e viu que estava ao lado de um passageiro negro.
Visivelmente perturbada, chamou a comissária de bordo.
'Qual o problema, senhora?', pergunta a comissária..
'Não está vendo?' - respondeu a senhora - 'vocês me colocaram ao lado de um negro. Não posso ficar aqui. Você precisa me dar outra cadeira'
'Por favor, acalme-se' - disse a aeromoça - 'infelizmente, todos os lugares estão ocupados. Porém, vou ver se ainda temos algum disponível'.
A comissária se afasta e volta alguns minutos depois.
'Senhora, como eu disse, não há nenhum outro lugar livre na classe
econômica. Falei com o comandante e ele confirmou que não temos mais nenhum lugar na classe econômica. Temos apenas um lugar na primeira classe'. E antes que a mulher fizesse algum comentário, a comissária continua:
'Veja, é incomum que a nossa companhia permita à um passageiro da classe econômica se assentar na primeira classe. Porém, tendo em vista as circunstâncias, o comandante pensa que seria escandaloso obrigar um passageiro a viajar ao lado de uma pessoa desagradável'.
E, dirigindo-se ao senhor negro, a comissária prosseguiu:
'Portanto senhor, caso queira, por favor, pegue a sua bagagem de mão, pois reservamos para o senhor um lugar na primeira classe...'
E todos os passageiros próximos, que, estupefatos assistiam à cena, começaram a aplaudir, alguns de pé.
Se você é contra o racismo, repasse esta mensagens aos seus amigos!
'O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons...'
"Enquanto a cor da pele for mais importante que o brilho dos olhos, ainda haverá guerra."

(Bob Marley)

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Grito da Terra Brasil e Economia Solidária

Por Secretaria Executiva do FBES

*Cerca de 500 militantes da economia solidária estarão em Brasília para o
Grito da Terra Brasil 2011 e na pressão junto ao Congresso Nacional sobre os
rumos da política pública de Economia Solidária no Brasil*

Trabalhadoras/es de diversos estados do Brasil estão neste momento na estrada rumo à Brasília para uma das maiores mobilizações já organizadas pelo Fórum Brasileiro de Economia Solidária em parceria com a Contag.

A próxima semana será histórica para o movimento, com uma grande agenda de mobilizações na capital.

Grandes caravanas estarão em Brasília dos estados de Pernambuco, Paraíba, Goiás, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Mato Grosso do Sul e Brasília; além da vinda de representantes do Acre, Rondonia, Amazonas, Bahia, Mato Grosso, Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Alagoas.

Segue uma agenda prévia desta próxima semana:

Dia 17/05

8h às 13:30h - com a Contag no Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade:
Assembléia, Mística, Análise de conjuntura

10h - FBES com deputados no Congresso

14:30h - Audiência Pública no Congresso sobre a PL 865

14:30h - Abertura oficial do GTB em frente ao Congresso

16h - Ato político no Ministério da Fazenda/ GTB

20h - Assembléia da Economia Solidária no Pavilhão de Exposições

Dia 18/05

8h - Assembléia GTB no Pavilhão

10h - Ato político em frente ao MDA/ GTB

10h - Reunião do GT da Economia Solidária com a presidência (comissão já
formada)

14h - Ato político no MTE/ GTB

14h - Lançamento da Frente Parlamentar Mista em defesa da Economia Solidária
(Auditório Freitas Nobre – Camara dos Deputados)

15h - Audiência com Dilma/ GTB

15h - Ciranda organizada pelo FBES em frente ao Congresso com todos/as
trabalhadore/as

17h - Divulgação do resultado do GTB/2011

18h - Retorno aos estados

Durante o período haverão algumas atividades ocorrendo ao mesmo tempo, deste
modo, teremos que nos organizar em grupos pelas delegações estaduais para
estarmos presentes em todos os espaços, tanto das atividades específicas da
economia solidária, quanto das atividades em conjunto com o Grito da Terra
Brasil.

Além disso, outro importante debate na Câmara será a votação do Código
Florestal, que está gerando intensos debates em nossa sociedade. É
importante estarmos próximos à isso para que não ocorram retrocessos também
em nossa legislação ambiental, visto que há chances da votação no Congresso
ocorrer no dia 18/05.

Avante companheiras/os!

Rumo ao fortalecimento da economia solidária no campo e na cidade!

Secretaria Executiva do
Fórum Brasileiro de Economia Solidária
(61) 3965-3268
(61) 8226-3226 / 8206-6696

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Catadores são mortos com requintes de crueldade em São Paulo

Simplesmente repugnante, incrívil a capacidade da alienação construir monstros!

10/05/2011

MNCR, Padre Julio e Drª Micheal cobraram agilidade da DHPP


Dois catadores em situação de rua foram cruelmente assassinados em dois ataque no período de 4 dias no bairro do Brás, cidade de São Paulo. As vitimas foram queimadas vivas e, com pouco restou de seus corpos, não é possível nem reconhecer o sexo dos catadores. Os ataques aconteceram durante a noite enquanto os catadores dormiam. Um deles foi encontrado com as mãos amarradas com arame.

O MNCR, juntamente com o Padre Julio Lancelote e Drª Michael (Condepe), estiveram em reunião no dia 09 de maio na DHPP (Delegacia de homicídios e proteção a pessoa) com o diretor geral a instituição, Dr. Jorge Carlos Carrasco, e outros delegados de polícia que acompanham o caso para cobrar providencias e agilidade na investigação sobre o caso.

Padre Julio lembrou outros massacres contra a população de rua e a necessidade de agir rapidamente nesse caso para que não se torne rotineiro esse tipo de crime contra os catadores e a população de rua em São Paulo. Drª Michael lembrou que no dia 11 faz 1 ano do massacre contra moradores de rua no bairro do Jaçanã onde 8 pessoas foram mortas e que até hoje os crimes não foram esclarecidos, apesar de se saber que na região agia uma grupo de extermínio formado por policiais que também foi responsável pela morte de um coronel da polícia militar, entre outros crimes.

Os presentes descartaram a possibilidade do crime ser apenas desavenças entre moradores de rua, uma vez que a quantidade de combustível usado para queimar os corpos, que chegou a derreter completamente os corpos, era muito grande e um morador de rua não teria acesso a quantidade de combustível que foi usado.

Eduardo Ferreira de Paulo, representante do MNCR, declarou que o movimento acompanhará o caso para que não fique impune mais esse crime. Disse ainda que a prefeitura tem que apoiar os catadores para que saiam da situação de risco em que vivem nas ruas. O MNCR esta encaminhando a denuncia para a Secretaria Especial de Direitos Humanos e para o Centro de Defesa dos Direitos Humanos da População de Rua e dos Catadores para que intervenham no caso.

Os delegados da DHPP se colocaram inteiramente a disposição e se comprometeram e solucionar o caso o mais rápido possível.

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Quanto custou a morte de Bin Laden?

Não há duvidas nenhuma, que Osama Bin Laden deveria ser julgado por seus crimes e atos extremistas, seja os feitos durante o fatídico 11 de setembro e a posterior, mas também aos anteriores que foram feitos com apoio e investimento realizados por governantes americanos.

Agora, o absurdo é o fundamentalismo gerado pela "Guerra anti Terrorismo", que já beira ao facismo, marcados pela cultura do ódio tão espostos nos veículos de comunicação global.

Uma excessão inteligente foi a declaração do jogador americano: “Eu sou o idiota? Você é cristão. Deus ficaria feliz com você comemorando a morte?”, questionou, ao ser insultado. “Foram necessárias 919.967 mortes para matar este cara. Foram necessários dez anos e duas guerras para matar este cara. Nos custou aproximadamente US$ 1,9 trilhões para matar este cara. Mas estamos vencendo (sarcasmo)”.

Abaixo, a reportagem completa:

Jogador da NBA ataca “festa” dos EUA com morte de Bin Laden

02 de maio de 2011 09h22 atualizado às 12h36

Enquanto a maioria das pessoas demonstrava apoio as Estados Unidos após o anúncio de que o terrorista Osama Bin Laden, apontado como o responsável pelos ataques aos americanos em 11 de setembro de 2001, havia sido encontrado e morto pelo serviço secreto de seu país, o ala do time de basquete da NBA Milwaukee Bucks, Chris Douglas-Roberts, criticou os americanos que comemoravam a morte do terrorista.

Chris Douglas Roberts prova que ainda há vida inteligente nos EUA

Alguns famosos mostraram apoio ao presidente americano, Barack Obama, que anunciou a morte do terrorista – como o ala do Miami Heat e duas vezes MVP da NBA em seguida, LeBron James. “Uau! As palavras de Obama movem a Terra e são inspiradoras”, comentou, em sua página oficial do Twitter. O craque Ronaldo, recém-aposentado, se conteve em repassar uma mensagem de um jornal carioca, avisando da morte do terrorista.

Douglas-Roberts, no entanto, atacou o povo americano. “Isto é uma celebração?”, comentou o atleta em seu Twitter, depois de todas as televisões mostrarem a multidão que estava na frente da Casa Branca, comemorando a morte de Bin Laden. “Seria isto o início de uma grande guerra religiosa? Espero que não (balançando minha cabeça)”, continuou.

Em seguida, sendo vítima de muitas críticas e atacado por muitos seguidores, o jogador desabafou. “Eu sou o idiota? Você é cristão. Deus ficaria feliz com você comemorando a morte?”, questionou, ao ser insultado. “Foram necessárias 919.967 mortes para matar este cara. Foram necessários dez anos e duas guerras para matar este cara. Nos custou aproximadamente US$ 1,9 trilhões para matar este cara. Mas estamos vencendo (sarcasmo)”, disse.

Muito criticado, o jogador continuou dando sua opinião pelo microblog, afirmando ser contra “uma guerra de dez anos” e, principalmente, a “morte de inocentes diariamente”. “Só estou dizendo o que eu sinto. Para todos me apoiando, estou bem. Eu tenho uma pele muito grossa. O que eu sinto não mudou nem um pouco. De qualquer maneira, que Deus abençoe a América”, finalizou.